Archives for posts with tag: Angola

[Perdoem a minha tradução péssima do original em inglês]

Tem sido uma irritação minha há tempos: a preguiça das mídias internacionais em relação à torre de babel (pós)colonial. Artigos em inglês sobre “África” sofrem do olhar “África é um país”, mas eu iria ainda mais longe, é o olhar “África é um país anglófono“.

A cena de TICs e tecnologia também é culpado com isso! (Irónico até porque, pensa-se que a linguagem do código derrubava barreiras.) Estamos sempre a ouvir de projectos maravilhosos de Nairobi, Capetown, Kampala, Accra, mas ouve-se muito pouco de projectos menorzinhos na RDC, Cameroon ou Moçambique. (O que acontece nestes países é inevitavelmente menor devido a diferenças históricas e estruturais.) Fiquei entusiasmada com a iniciativa de mapear os hubs (núcleos) de tecnologia em África – mas falta fazer muito mais para destacar e alimentar inovação nestas escalas pequenas.

O post recente da CNN sobre “Top 10 African Tech Leaders” parece ter provocado uma reacção pelo menos. Pode ser que aqueles que queiram “top 10” não tenham tempo para ouvir sobre coisas a surgir em lugares inesperados, mas o post de Jean Patrick Ehouman a catalogar líderes da tecnologia francófona é mais que necessário.

Leia o resto deste artigo »

This has been a pet peeve of mine for a while: the laziness of the international media in relation to the (post-) colonial tower of babel. Articles in English about “Africa” suffer from the “Africa is a Country” lens, but I would go further and say it’s “Africa is a Country That Speaks English” lens.

The tech scene itself is guilty of this! (Ironic because the language of code, one would think, would break down barriers.) We hear about great projects in Nairobi, Capetown, Kampala, Accra, but we hear very little noise about some great smaller projects in DRC, Cameroon and Mozambique. (What happens in these countries is inevitably smaller due to structural and historical differences.) I was heartened by the recent initiative to map African tech hubs – but much more is to be done to highlight and nurture smaller-scale innovation.

CNN’s recent post on “Top 10 African Tech Leaders” seems to have at least provoked a reaction. Perhaps those who want a “top 10” are too busy to hear about what is bubbling up in unexpected places, but Jean Patrick Ehouman’s post cataloguing francophone tech leaders is more than necessary.

Leia o resto deste artigo »